quarta-feira, 15 de maio de 2013

Agradecimento aos profissionais de saúde da Ginecologia- Unidade C do CHUC (antigo HUC)


Certamente que há assuntos mais agradáveis de escrever e de se ler, do que escrever sobre os últimos dias de vida da minha mãe que foram passados num leito do hospital, sofrendo a angústia da doença que já se manifestava na sua fase terminal.
Não há dúvida de que o ambiente hospitalar nos deixa tensos e preocupados, principalmente porque nós, leigos familiares do doente, nem sempre percebemos a razão de determinados procedimentos, além de, muitas vezes, testemunharmos, também, o sofrimento alheio, em certos casos bem maiores que o nosso.
No entanto, quando a boa-sorte nos brinda com a possibilidade de vermos o nosso familiar, neste caso a minha mãe, de ser atendida por uma equipa capaz, atenciosa e sobretudo muito humana, o sofrimento do doente e da família diminui.
Foi exactamente isto o que ocorreu no meu caso, durante os internamentos da minha mãe, mais especificamente o último internamento antes de falecer.
Em todos os momentos me senti seguro e amparado, pois percebi a competência e o interesse de todos para que o meu processo de lhe aliviar o sofrimento fosse o mais eficaz possível.
Por todo o carinho que deram à minha mãe e que deram à minha família  sinto a obrigação de agradecer a todos os que colaboraram, sobretudo sabendo das precárias condições de trabalho que são oferecidas aos profissionais de saúde em geral.
Não posso deixar de destingir o melhor entre os melhores, por isso quero agradecer publicamente à Enfermeira Elisabete Mendes da Ginecologia – Unidade C, a suas enormes qualidades humanas, profissionais ajudaram e muito a manter o máximo da dignidade humana e qualidade de vida da minha mãe. Obrigado Elisabete Mendes.
Assim, mais uma vez agradeço-lhes, desejando a todos um sorridente futuro.

Carinhosamente,
Jorge Neves
Enviar um comentário