quinta-feira, 20 de junho de 2013

Transporte de doentes em ambulancia para os HUC. Um alerta para que não volte acontecer!


O que vou contar a seguir passou-se com o meu pai na passada terça-feira e espero que não volte a acontecer.
O meu pai teve de ir para as urgencias dos HUC e a UCCI onde está internado a recuperar de um AVC chamou uma ambulancia de uma determinada coperação de bombeiros.
Pelo caminho a ambulancia teve de fazer uma travagem brusca e o meu pai que ia sentado sem cinto de segurança caiu no interior da ambulancia e fez diversos hematomas na perna direita, braço direito e ombro, precisamente do lado que ficou bastante fragilizado quando teve o AVC de Grau 1. Voltaram a sentar o meu pai que fez o resto do caminho novamente sem cinto de segurança até ao hospital.
Agora vamos ao mais grave da questão, os bombeiros em causa não disseram no hospital da queda do meu pai, nada disseram na UCCI onde o meu pai está internado e nem comunicaram nos bombeiros a que pertencem.
Já fiz o que tinha a fazer e nada de mal quero para os dois bombeiros, falhar todos falham, mas pedir desculpa pelos vistos é só para alguns.
Espero que estas falhas graves não voltem a acontecer, mas tenho de deixar ficar uma pergunta no ar!
Se por acaso o meu pai tivesse batido com a cabeça e durante a noite começa-se a vomitar (e com o desconhecimento da UCCI do que tinha sucedido durante a viagem) a situação fosse grave como é que ficavamos em relação a esta situação?
Não custa nada assumir os erros, ainda por mais quando se trata de situações que podem colocar em risco a saude de uma pessoa.
Enviar um comentário