segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Enquanto existir fome não se deve gastar dinheiro em iluminações de Natal.

Li hoje num jornal local que estão a haver contactos entre a Agência da Promoção da Baixa de Coimbra e a Câmara Municipal de Coimbra por causa da iluminação de Natal nas ruas da cidade, aliás de algumas ruas.
Já era contra a iluminação de Natal nos moldes que era feita no tempo do PSD na Câmara Municipal de Coimbra e a minha coerência assim me obriga a ser contra a iluminação de Natal na ruas da cidade mesmo que a Câmara Municipal seja do partido que sou militante.
Enquanto existirem pessoas a passarem fome, frio, com falta de medicamentos, crianças a não irem à escola por se encontrarem doentes e os pais não têm dinheiro para lhes comprar os bilhetes de autocarro, sou completamente contra os gastos desnecessários sejam em iluminação natalícia.
Defendo hoje o que defendo nos últimos dois anos, a Câmara Municipal de Coimbra deve promover um concurso de montras e de ruas e premiar as melhores montras e as ruas mais bem enfeitadas com alusões natalícias, onde os vencedores por exemplo ficavam isentos de taxas municipais durante o ano 2014. A Câmara Municipal só devia comparticipar a parte sonora da época natalícia.

Enquanto existir fome não se deve gastar dinheiro em luxos desnecessários.
Enviar um comentário