terça-feira, 24 de março de 2015

Desabafo da alma!

Tenho uma raiva enorme sentir que todo o meu compromisso pessoal, emocional, familiar vai se esfumando diariamente sem qualquer tipo de resultado animador.
As forças para continuar a persistir começam a esgotarem-se.
Mesmo esgotado não desisto! É desta fibra a minha essência e a minha maneira de estar na vida. A minha persistência pode-me levar ao abismo físico e mental, mas garantidamente que volto a reerguer-me e continuo a perseverar.
Sem a menor duvida que prefiro perder tentando, do que por não tentar e alcançar coisa nenhuma.


Enviar um comentário