terça-feira, 28 de junho de 2011

Novo regulamento da Câmara quer proibir passeio de cães e gatos (sem trela) nos jardins públicos.

É rotina este blogue denunciar em fotografias as imperfeições de Coimbra, principalmente do Centro Histórico. Usualmente aproveito uma fotografia que gosto e depois nas palavras, às vezes, vou expressando o que me vai na alma, no coração e no meu sentir.

Hoje, neste post vou escrever acerca do Novo Regulamento para cães e gatos da Câmara Municipal de Coimbra.
“A nossa liberdade termina onde começa a liberdade dos outros” – Palavras sábias que faço delas um princípio que há muito adoptei no meu modo de vida. Mas tal, tento entender onde termina a minha liberdade e gosto que os outros saibam onde termina a deles.
Coimbra é de todos. Dos que cá vivem, dos que nos visitam, de todos quem a vivem, por isso há que ter apreço por ela.
Finalizando de dissertar sobre a liberdade e o respeito temas que davam muitos assuntos para muitos blogues vamos retornar à cidade e ao abuso de algumas pessoas que não sabem onde a liberdade delas termina e invadem toda uma rua, jardins (que são de todos) com plásticos, lixos domésticos, tudo que lhe vier à cabeça e neste caso em concreto que me levou a escrever este post os dejectos dos cães e gatos que os donos teimam em os deixar evacuar em qualquer lugar sem de seguida limparem quando andam a passear os seus animais de estimação.
Espero que as minhas palavras sejam claras, pois não estou contra os cães nem contra os donos dos mesmos, mas acho que deixarem os cães e gatos fazerem os seus dejectos em qualquer lugar e de seguida não limpam tem limites, principalmente quando sem respeito os donos deixam que invadam um espaço que é da cidade, que é de todos.
Concordo que o Regulamento Municipal neste caso deve ser revisto e aplicado, mas não de forma cega, nem como caça á multa, deve ter numa primeira fase uma acção pedagógica e de seguida a sua aplicação prática.
Enviar um comentário