quarta-feira, 29 de junho de 2011

“O milagre da duplicação de eventos segundo Presidente da Junta Carlos Clemente”


Carlos Clemente
Executivo da Junta de Freguesia

É a 1ª vez que o Executivo da Junta de Freguesia São Bartolomeu na voz do Presidente Carlos Clemente, talvez o maior conhecedor da realidade da baixa de Coimbra, divulga um evento através de uma conferência de imprensa com os órgãos de comunicação social e claro, eu aqui no meu blogue e o amigo Luís Quintans do Blogue Questões Nacionais.
O dito Evento organizado pela Junta de Freguesia tem como titulo, não registou a patente, mas não é necessário, toda a gente sabe que na baixa Feiras de Artesanato e Sabores Tradicionais e Culturais são de São Bartolomeu e organizados pela Junta de Freguesia, este ano vai ser repartido pelo dia 2 e 3 de Julho e realiza-se em novos moldes de forma a trazer mais pessoas à baixa da Cidade e melhorar a oferta do Evento.
A parte da gastronomia fica assegurada por 6 Grupos Folclóricos que trazem à baixa o sabor das suas localidades, e vão estar presente cerca de 20 artesãos.
Esta pequena introdução do Evento tem o objectivo de alertar os mais desatentos, que o enorme esforço humano e financeiro que a Junta despendeu na organização, é inadmissível e de mau gosto que a Câmara Municipal de Coimbra, resolvesse duplicar e plagiar, palavras do Presidente Clemente, a Feira organizada pela Junta e com conhecimento, autorização e deliberação da mesma e 4 de Abril e vá realizar um evento paralelo a poucos metros da Praça Velha. Evento que inicialmente era para ser um Encontro de Confrarias e afinal é uma amostra cultural, de sabores e artesanato conforme pude verificar no programa que estava disponível em papel para quem quisesse poder confirmar.
O Presidente da Junta afirmou que a Câmara Municipal de Coimbra seria a “responsável” por qualquer insucesso que venha a ocorrer na Feira da Junta de Freguesia São Bartolomeu, que chegou a hora de dizer basta e que o Executivo da Junta estava indignado e que ninguém os ia silenciar.
O Presidente da Junta lançou um alerta a Coimbra, que assim não voltam a contar com a Junta de Freguesia para realizar eventos na baixa da cidade e que o arrastar destas situações se deve à falta de dialogo e cooperação da Câmara Municipal e ressalvou que nada tem contra o Evento que a Câmara Municipal vai organizar em simultâneo, mas sim pela duplicação do evento e que já se encontra arrependido de ter organizado esta Feira, porque envolveu muito investimento para se fazer mais e melhor e recebeu como resposta este tipo de atitude por parte da Autarquia.

Enviar um comentário