quarta-feira, 6 de abril de 2011

Um alerta para que o mesmo não se venha a repetir …

É sabido que a Cozinha Económica (IPSS), presta um enorme serviço aos mais necessitados da cidade de Coimbra e que os seus funcionários têm direito a usufruir das regalias estabelecidas segundo a Lei.
Vamos ao que me preocupa, este mês de Abril vai ter um feriado a 22 (sexta-feira) e na segunda-feira (25 de Abril) e muito possivelmente como em todos os anos os agentes e funcionários públicos iram ter a tarde de 21 de Abril, o que pode significar que os utilizadores da Cozinha Económica poderão ficar 4 ou 5 dias sem refeições, o que é de lamentar caso não se consiga arranjar uma forma de assegurar as mesmas refeições na baixa, porque a solução de irem comer ao Farol na zona do Tovim não é de toda viável pelos mais variados motivos (idade dos utilizadores da Cozinha económica, estado saúde, situação financeira, deslocação entre outros).
É necessário e urgente manter o espírito de Natal ao longo dos 365 dias do ano, não se pode deixar ficar sem comer quem necessita de socorrer aquela Instituição é intolerável para não dizer desumano.
É urgente arranjar mecanismos para que a Cozinha Económica esteja aberta todos os dias do ano, ainda para mais nestes tempos de austeridade, de grande pobreza financeira e social.
Devia haver articulação a nível de voluntariado ou com a Segurança Social através dos beneficiários do Rendimento Social de Inserção para exercerem lá funções.
Enviar um comentário